Porto Belo recebe prêmio pelo Ministério da Saúde

A Secretaria de Saúde de Porto Belo foi uma das premiadas no “1º Prêmio de Prevenção e Controle do Câncer”, desenvolvido pelo Ministério da Saúde, com objetivo de dar visibilidade às experiências bem-sucedidas no cuidado à saúde da mulher no Brasil. Cinco cidades foram selecionadas entre mais de 130 inscritas e homenageadas pelos trabalhos desenvolvidos em uma cerimônia em Brasília.

Para participar do concurso, Porto Belo enviou um vídeo apresentando o trabalho que é desenvolvido na cidade em relação à odontologia na saúde da mulher. Estiveram em Brasília, representando o município, os dentistas do setor de odontologia da Rede Municipal de Saúde Simone Poletto e Marcus Setally. O projeto tem como responsável a diretora de saúde bucal Vanessa Marques Toazza e teve como autores Marcus Setally Azevedo Macena, Simone Poletto e Vanessa R. Marques Toazza juntamente da equipe técnica composta por Jainara Nordio e Graciele Ledur.

O prefeito de Porto Belo Emerson Stein destaca a importância de uma premiação como esta, que valoriza e incentiva o trabalho de toda uma equipe. “A nossa equipe inscreveu o Município neste prêmio considerando o trabalho que vem desenvolvendo em relação à importância da estomatologia na saúde da mulher. Este prêmio é o resultado da dedicação de toda uma equipe, que sabe da importância da odontologia em relação à saúde da mulher. Quero parabenizar e agradecer a equipe pelo trabalho desenvolvido através do SUS no Município, que vem de encontro com a saúde mais humanizada, que sempre nos propomos a oferecer” – explica o prefeito.

A diretora de saúde bucal Vanessa Marques Toazza explica que o tema do projeto foi escolhido, considerando que a cavidade oral faz parte do corpo e frequentemente pode ser afetada pelo tratamento do câncer.  “Precisamos ter um olhar singular para cada paciente e envolver toda a equipe multiprofissional de saúde no cuidado. Em Porto Belo os pacientes são acompanhados por uma equipe multiprofissional e dentro da equipe de saúde bucal, temos um cirurgião-dentista especialista em estomatologia que proporciona aos usuários do SUS o tratamento das suas condições por meio da terapia convencional ou práticas integrativas e complementares como laserterapia, ozonioterapia e fitoterápicos, de acordo com cada situação clínica e decisão entre o profissional e o paciente” – explica Vanessa, que ainda destaca que com o manejo odontológico adequado é possível minimizar e evitar as complicações bucais  causadas pelas terapias antineoplásicas, promovendo qualidade de vida.


Source link

Facebook Comentários

Iniciar conversa
Vamos anunciar?