Padrões de potabilidade garantem segurança na distribuição de água para a população

A potabilidade da água é assunto da maior importância quando se fala em saúde da população. A água representa cerca de 60% do peso de um adulto e especialistas Se recomendam o consumo de no mínimo 2,5 litros por dia.

Segundo o gestor de operações da Águas de Bombinhas, Gabriel Fasola, a água contaminada e fora dos parâmetros recomendados pelos órgãos reguladores, no entanto, pode transmitir diversas doenças aos seres humanos.

Embora tenhamos muita água em mares, oceanos, rios e geleiras, apenas 0,27% da água está disponível para consumo humano, considerando a água subterrânea à 1 km de profundidade. Nosso principal problema com a água é a possibilidade do seu uso para consumo humano, ou seja sua potabilidade.

Conforme o Ministério da Saúde, padrão de potabilidade são os valores de referência para determinar se uma água pode ser utilizada para consumo humano, tais como para beber, preparar alimentos e para higiene pessoal.

No Brasil, a portaria que dispõe sobre os procedimentos para controle e vigilância da qualidade da água é aplicada para recursos captados e distribuídas pelas concessionárias como a Águas de Bombinhas e para as águas captadas em fontes e poços.

“Os anexos desta portaria determinam padrões microbiológicos, químicos, radiológicos e organolépticos, atestando que o recurso distribuído para a população estão adequados para garantir a saúde”, finaliza o gestor da concessionária.

 


 

Facebook Comentários

Iniciar conversa
Vamos anunciar?
Powered by