Entrevista exclusiva: Emerson Stein comenta as novas perspectivas para Porto Belo e seu futuro na política

Fornecimento e tratamento de água, saneamento básico e futuro político. Confira esse e outros assuntos na entrevista concedida ao Jornalista André Tramontina.

O prefeito de Porto Belo, Emerson Stein, reeleito em 2020 com a segunda maior porcentagem de votação de Santa Catarina, concedeu entrevista exclusiva ao Hora de Porto Belo com declarações quentes em relação ao seu futuro político, as perspectivas para a cidade nos próximos anos, além da retomada do município no fornecimento e tratamento de água ainda neste ano, e o primeiro passo para a abertura do edital de licitação para a tão sonhada obra de saneamento básico.

Hora de Porto Belo – Como está o início de trabalho desta sua segunda gestão?

Emerson Stein – Iniciamos os projetos de obras importantes como a continuação da Avenida Governador Celso Ramos, que recomeça na metade de fevereiro, e já temos todos os recursos disponíveis; a obra do Morro do Zimbros, onde teremos a licitação em março com ordem de serviço para, provavelmente, em abril, obra fundamental com investimento de R$ 8 milhões do Governo do Estado e contando com o apoio da deputada estadual Paulinha.

Também já estamos em busca dos recursos junto ao Governo do Estado para as obras de revitalização da avenida no centro de Porto Belo, bem como o recapeamento do trecho entre a Enseada Encantada e o morro que dá acesso a Bombinhas. Também organizamos o ano letivo mesmo com a pandemia, e vamos entregar a reforma geral da Escola Municipal do Bairro Araçá.

Também entregaremos o Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI) do Bairro Vila Nova, que será uma nova creche, e a reforma da Escola Municipal Olinda Peixoto.

 

Publicidade

As aulas e os ônibus escolares estarão preparados para o início do ano letivo. Todos os secretários já foram empossados, menos o de Finanças, pois ainda não temos um nome.

A Secretaria permanece sob responsabilidade da pasta de Administração. Na área da saúde, vamos entregar a nova unidade do Bairro Jardim Dourado, no início de abril, uma obra com investimento de mais de R$ 1,3 milhão, com novos equipamentos. Estamos solicitando novas ambulâncias e veículos.

Também abriremos hoje um novo centro de triagem e almoxarifado no Bairro Perequê, na Avenida Colombo Machado Sales.

Também já se encontra na Câmara de Vereadores o projeto de lei de contrapartida para o início das obras da Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas do município. Já possuímos a área e os recursos.

 

HPB – Em relação à vacinação contra o Covid-19, como é a organização e a prioridade das pessoas neste momento?

ES – A prioridade é conforme o protocolo do Ministério da Saúde. A ordem é ter critério. Todos terão o seu cadastro e a sua carteira de vacinação. Iniciamos a vacinação da primeira dose com os profissionais da saúde que estão na linha de frente e duas casas de idosos que se localizam no município.

São 153 pessoas que já foram vacinadas.

A próxima dose deverá finalizar a demanda com os profissionais da saúde e os idosos.

 

HPB – Você esperava uma reeleição com uma diferença tão grande na votação em 2020?

ES – Já vínhamos monitorando esse processo desde 2017. Implementamos uma nova metodologia de trabalho junto à comunidade, empresários, vereadores na qual tínhamos uma aceitação de 70% da população.

Também realizamos pesquisa uma semana antes da eleição na qual decidimos não publicar, com uma preferência de 76% da população.

Tivemos a grata surpresa de sermos reeleitos com 83% dos votos.

Eu sempre digo em meus discursos que o povo sabe o que faz, mesmo quando se quebraram ciclos em 2004, 2012 e 2016.

A comunidade espera resposta do poder público, trabalho, transparência, honestidade, e os secretários entenderam esta metodologia. As nossas obras de infraestrutura também foram os diferenciais.

Publicidade…

HPB – O que podemos esperar nos próximos quatro anos em Porto Belo, mesmo em um período de crise sanitária no mundo?

ES – Esperamos que a pandemia passe logo e que chegue a vacina para todos neste ano. Mesmo neste período, Porto Belo teve um aumento de 10% na arrecadação, em relação a 2019.

Se não tivéssemos adentrado em uma pandemia do Covid-19, nós teríamos um aumento na arrecadação de 30 a 40%, porém já sentimos um reflexo de melhoria em janeiro de 2021.

Esses quatro anos serão de investimento e desenvolvimento com novas obras de infraestrutura, revitalização de mais avenidas, a idealização do molhe do Perequê, com um projeto para ser lançado ainda neste mês.

Também teremos a retomada judicial do município de Porto Belo em relação ao abastecimento de água. Nos próximos meses, vamos lançar o edital de concorrência para a licitação das obras de saneamento básico.

O que a comunidade pode esperar do prefeito Emerson e do professor Elias é muito trabalho, dedicação e obras importantes, inclusive em bairros como o Sertão de Santa Luzia que terá a pavimentação de sua estrada geral, entregue neste ano, além de várias ruas que terão pavimentação e melhorias na drenagem pluvial.

Vamos entregar a creche nos fundos do Fort Atacadista ainda em março e realizar a reforma da Escola Municipal Catarina Benedita Guerreiro.

HPB – E o que esperar das obras de saneamento básico para este ano?

ES – Primeiramente, teremos a retomada do sistema de tratamento e fornecimento de água e o início do edital de concorrência para a licitação das obras de saneamento básico e água.

Vamos retomar o abastecimento inicialmente, por seis meses, onde o município deve terceirizar os serviços, e, automaticamente, o processo de licitação estará em andamento para que as obras comecem até o ano que vem.

 

HPB – Como está a relação entre Poder Executivo e Legislativo com a chegada de novos nomes na Casa de Leis?

ES – Entendemos o trabalho de cada um, pois tanto eu quanto o vice-prefeito Elias já fomos vereadores. O presidente da Casa, Joel Lucinda, e toda a mesa diretora estão coordenando bem os trabalhos.

A comunidade vai fazer reivindicações aos vereadores, e eles serão atendidos sempre na medida do possível com muita franqueza.

Também sempre nos reunimos para discutir os projetos que são fundamentais para a nossa cidade. Vai continuar a mesma parceria como foram nos últimos quatro anos.

 

HPB – E qual será a seu futuro político após os próximos quatro anos que findarão a sua gestão?

ES – Estamos conversando com os prefeitos do MDB e da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (Amfri).

Devo assumir a presidência da Associação na sexta-feira (dia 5), para que possamos trabalhar juntos a outros municípios associados e prefeitos, para termos essa força e realizar as solicitações em conjunto aos governos do Estado e Federal e atender as demandas necessárias em toda a região.

Vamos analisar o comportamento do cenário político de Porto Belo.

Temos um objetivo de construção de um projeto para 2022, mas tudo será conversado e analisado com lideranças regionais, do MDB e com a nossa administração para projetar isso ou se aguardaremos o término do mandato.

E aí, sim, projetar-se no Estado de Santa Catarina.

 

HPB – Mais alguma declaração que queira dar ao Hora de Porto Belo?

ES – Quero agradecer à nossa comunidade. Já estamos trabalhando direto nas ruas. Tivemos um período muito difícil, de muita chuva, durante 15 dias, mas a população entende.

Com certeza, queremos chegar a todos os bairros com novas obras, assim como foi no primeiro mandato. Estamos preparados para atender a nossa comunidade.

Porto Belo merece este destaque com crescimento, gerando emprego e renda em todas áreas como a construção civil e serviços.

Mais empresas estão vindo para a cidade neste ano. É um legado importante e um orgulho para Porto Belo. Ficamos em segundo lugar em porcentagem de votação no nosso estado, e isso aumenta ainda mais a nossa responsabilidade.

Estamos preparados para trabalhar muito mais por uma cidade que amamos tanto.

 

 

Fonte: news.horadeportobelo.com.br/


 

Facebook Comentários

Iniciar conversa
Vamos anunciar?