EM UM ANO, PÓRTICO DO MORRO DO MACACO REGISTRA MAIS DE 160 MIL VISITANTES

No último sábado (14), o Pórtico de Entrada do Morro do Macaco completou um ano de funcionamento. De acordo com dados do relatório de atendimento, realizado pela Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico – Setur, de agosto de 2020 a agosto de 2021, foram registrados mais de 160 mil visitantes no Parque Natural Municipal do Morro do Macaco.

 

Os meses de maior movimento foram janeiro (30.712 visitantes), fevereiro (21.972 visitantes) e dezembro (18.150 visitantes). Só no feriado do ano novo (31/12/2020 a 03/01/2021), passaram pelo parque em média 2.510 visitantes por dia. No local, os usuários das trilhas do Morro do Macaco e da Tainha são recepcionados pela equipe de servidores da Prefeitura de Bombinhas, onde recebem informações e orientações sobre a cidade, o parque e as trilhas.

 

O relatório fornece informações como horário de pico no parque, cidade de origem do visitante, se ele está hospedado na cidade e o tipo de local de hospedagem, como ficou sabendo da trilha, entre outrosDe agosto de 2020 a agosto de 2021, o parque recebeu visitantes de todos os estados brasileiros e de 20 países, além do Brasil: Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Peru, Bolívia, Colômbia, Venezuela, Haiti, Estados Unidos, Canadá, Portugal, Espanha, Inglaterra, Bélgica, Suíça, Holanda, Líbia, Irlanda e África do Sul. De acordo com o relatório, cerca de 64% estava fazendo a trilha pela primeira vez.

 

Além de serem essenciais para o planejamento gestão do parque, esses dados servem como referenciais importantes para a tomada de decisões do trade turístico, empreendedores e investidores. “Os empresários do bairro podem ver nos relatórios os horários de maior movimento e também o perfil do usuário, e usar estas informações para planejar o horário de funcionamento e os serviços e produtos de interesse ou necessidade dos visitantes”, explica a turismóloga da Setur, Keli Benvegnú.

 

Além do atendimento ao visitante, são realizadas manutenções semanais nas trilhas pela equipe da Fundação Municipal de Amaro ao Meio Ambiente – Famab. Essas manutenções são importantes para garantir a segurança do visitante, além de evitar a erosão do solo e ajudar na recuperação de áreas degradadas.

 

Os dados foram coletados pela equipe de servidores da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico – Setur e Fundação Municipal de Amparo ao Meio Ambiente – Famab, com o apoio de estagiários do curso Técnico em Hospedagem do Ensino Médio Integrado à Educação Profissional da EEB Maria Rita Flor e estagiários do Instituto Federal Catarinense – IFCOs relatórios completos estão à disposição para download no link http://bit.ly/relatóriosmorrodomacaco.

 

 

 


Source link

Facebook Comentários

Iniciar conversa
Vamos anunciar?