Diferenças entre rebitadeira pneumática e hidropneumática

Na hora de comprar uma rebitadeira pode surgir uma grande dúvida: rebitadeira pneumática ou hidropneumática? Apesar dos dois equipamentos servirem para unir chapas ou peças metálicas, ou seja, fazer o processo de rebitagem, existem diferenças. Continue lendo para entender!

O que é uma rebitadeira?

Antes de entender as principais diferenças entre esses equipamentos, é necessário saber o que são rebitadeiras. Em resumo, podem ser definidas como ferramentas que são usadas para prender um rebite estrutural ou qualquer outro modelo, unindo peças metálicas.

Uma rebitadeira é composta pelo regulador, válvula borboleta, gatilho, pistão e ferramenta. Existem diversos tamanhos, ponteiras e tipos, como a rebitadeira hidropneumática e a pneumática.

Rebitadeira pneumática

Ferramentas pneumáticas são aquelas que utilizam a energia gerada pelo ar comprimido, portanto dispensam o uso da energia elétrica. Dessa maneira, o processo de união de peças com rebite rosca interna, semi estrutural, entre outros, é feito com mais segurança, já que evita acidentes elétricos.

Outra vantagem é que os processos de rebitagem se tornam mais rápidos e exigem menos esforços quando comparado a uma rebitadeira manual. O equipamento pneumático costuma ser utilizado em diversos setores, como indústria civil, automobilística, metalúrgicas.

Rebitadeira hidropneumática

A hidropneumática também utiliza o ar comprimido, por isso o grande diferencial é a utilização de óleos. A eficiência da ferramenta é elevada, realizando processos de rebitagem mais pesados. Em comparação às atividades de rebites feitas pelas rebitadeiras pneumáticas, a hidropneumática garante a uniformidade de trabalho e velocidade constante.

Em 2017, houve cerca de 895 mil acidentes de trabalho no Brasil, sendo cerca de 92 mil casos de cortes, laceração, ferida, furo ou picada. Os dados são do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho.

Para evitar problemas durante a execução do serviço, esse modelo é ainda mais indicado, uma vez que é mais seguro. A máquina pode ser utilizada em ambientes molhados, sem risco de explosões, entre outros acidentes. Por ter um melhor custo-benefício, elas também são usadas em diversos setores, como em painéis elétricos, implementos rodoviários e outras situações que precisem de fixação industrial.

Dicas para comprar rebitadeiras

Agora que você já sabe a diferença entre as rebitadeiras, tenha atenção na hora de comprar. Assim como é necessário avaliar bem o material, qualidade e preço de um inserto com rosca-autocortante, outras ferramentas e peças, a rebitadeira também merece atenção.

Por isso, pesquise bem o modelo que deseja, pensado sempre na finalidade. Hoje em dia, é possível encontrar diversos modelos de rebitadeiras manuais, elétricas, pneumáticas, entre outros. Fique atento à qualidade e reconhecimento da marca no mercado, além de detalhes como o acabamento do equipamento para ter a melhor experiência.

….

Postar no WhatsApp Facebook Twitter Pinterest WhatsApp

    gabriel

    Fonte: www.portaldenoticias.net/diferencas-entre-rebitadeira-pneumatica-e-hidropneumatica

    Facebook Comentários

    Iniciar conversa
    Vamos anunciar?