Corinthians goleia e fica com inédito título do Brasileirão feminino

Corinthians abriu placar com 24 segundos de jogo com golaço de Millene Bruno Teixeira/Divulgação/Corinthians

O Corinthians conquistou o Campeonato Brasileiro Feminino de futebol nesta sexta-feira (26) ao vencer o Rio Preto por 4 a 0, no Estádio Alfredo Schürig, conhecido como Fazendinha, na zona leste de São Paulo. Foi o primeiro título do Brasileirão feminino do clube alvinegro em sua história.

Apoiado pela torcida, que compareceu em bom número na Fazendinha, o time alvinegro sufocou as adversárias desde o apito inicial e abriu o placar com 24 segundos de jogo em um lindo chute de fora da área desferido por Millene que acertou o ângulo superior da goleira Rosany.

O gol incendiou a torcida – muitas famílias foram ao estádio para prestigiar a equipe – e teve um sabor especial para a atleta, que foi jogadora do Rio Preto antes de se transferir para o Corinthians.

O Corinthians, que jogava pelo empate por ter vencido o jogo de ida por 1 a 0, ampliou o marcador em uma belíssima cobrança de falta de Yasmin que encobriu a goleira do Rio Preto, poucos minutos depois.

O time comandado pelo treinador Arthur manteve o ritmo forte e teve outra chance clara de gol em um chute quase à queima-roupa da atacante Marcelinha. Mas Rosany fez uma grande defesa e impediu o terceiro gol corintiano.

O Rio Preto até equilibrou as ações, mas praticamente não incomodou a goleira Lelê nos primeiros 45 minutos da final. A exceção foi uma finalização da camisa 4 que passou perto do gol. Fora esse lance, o domínio do Corinrhians foi absoluto.

Na segunda etapa, o time da casa voltou com a mesma disposição e não deu chances para uma reação do Rio Preto. O Corinthians aumentou a vantagem logo aos 9 minutos em uma cobrança de pênalti da camisa 9 Marcelinha: 3 a 0.

O Rio Preto até tentou chegar mais no ataque, mas parava na boa defesa e na segurança de Lelê. O time visitante também não teve forças para conter o ímpeto corintiano e sofreu o quatro gol, marcado por Adriana.

A goleada soltou o grito de campeão da torcida e deu ainda mais tranquilidade para as jogadoras do Corinthians, que passaram a administrar o placar até o apito final de Edina Alves Batista.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Facebook Comentários

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.