Conselho dos direitos da criança e do adolescente de Penha promove campanha contra o abuso sexual de menores – OI SC

Como todos os anos, 18 de Maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de crianças e adolescentes. Em todas as partes do país, os conselhos municipais de direitos da criança e do adolescente, em parceira com as autoridades locais, promovem ações de conscientização da comunidade e dos próprios menores para que saibam se proteger melhor e denunciar tentativas e casos de abuso e exploração.

Este ano, no entanto, devido a pandemia da COVID-19, atividades como palestras, peças teatrais, concursos e demais ações coletivas envolvendo os jovens não vão poder ser executadas, por conta das normas de saúde. Mas a campanha não vai deixar de ser feita.

O Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente de Penha (CMDCA), em parceria com a Secretaria de Assistência Social, Conselho Tutelar e Secretaria de Educação, estarão enviando diretamente para os estudantes cartilhas com material de orientação. “Esse material em geral é entregue impresso todos os anos, e é dirigido não só aos jovens, mas também aos pais, para que estimule eles a orientarem suas crianças para protegê-las”, explica o assistente social Ricardo Hahn Barbosa de Souza, do Centro de Referência Especializado em Assistência Social.

A assistência social passou o material desenvolvido para a Secretaria de Educação, que por sua vez o repassou para os diretores das unidades da rede municipal de ensino, que deverão distribuí-los entre pais e estudantes, de forma digital. A prefeitura também está disponibilizando a cartilha no seu site, que pode ser baixada no link abaixo.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de crianças e adolescentes foi criado pela Lei Federal 9.970/2000, com o objetivo de mobilizar a sociedade brasileira e convocá-la para o engajamento pelos direitos de crianças e adolescentes e na luta pelo fim da violência sexual. Foi escolhido este dia, pois em 18 de maio de 1973, uma menina de Capixaba/ES, foi sequestrada, espancada, estuprada, drogada e assassinada numa orgia imensurável. Seu corpo apareceu seis dias depois desfigurado por ácido. Os agressores jamais foram punidos. Portanto, esse é um dia em que toda a população do Brasil deve se manifestar contra a violência sexual cometida contra crianças e adolescentes.

Fonte: oisc.com.br/conselho-dos-direitos-da-crianca-e-do-adolescente-de-penha-promove-campanha-contra-o-abuso-sexual-de-menores

Facebook Comentários

Iniciar conversa
Vamos anunciar?