Camboriú realiza 3º ciclo do Projeto Despertar da Mulher – Prefeitura de Camboriú

A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social de Camboriú, por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS I), do bairro Santa Regina, órgão responsável pelo atendimento às pessoas com direitos violados, em situações de violência, negligência e abandono, realiza mais uma edição do ‘Projeto Despertar da Mulher’, que visa envolver mulheres do município, trabalhando a autoestima e o empoderamento feminino, além de debater temáticas como: violência doméstica e profissionalização para o mercado de trabalho. O projeto inicia mais ciclo no dia 31 de março e as interessadas podem procurar o CREAS I, no Santa Regina, ou ligar e agendar o atendimento nos telefones: 3365 0919 (Whatsapp)e 3389 0518, ou se dirigir pessoalmente à Rua Jesuíno Anastácio Pereira, nº701, bairro Santa Regina. O horário de atendimento é das 12h às 18h.

“É com orgulho que podemos dizer que Camboriú vem fortalecendo projetos que visam o bem estar da nossa comunidade. Nosso objetivo é contribuir para o rompimento e superação do ciclo de violência das mulheres, mas principalmente contribuir para a valorização do espaço da mulher no mercado de trabalho”, ressalta o secretário Edson Godinho Mafra Junior.

O Despertar da Mulher é desenvolvido por uma psicóloga e uma assistente social, das 14h às 16h, no CREAS I, do bairro Santa Regina. A duração é de dois meses e meio, com cerca de 10 encontros. As participantes ganharão brindes, vagas para cursos profissionalizantes na área da beleza, entre outros. As mulheres que residirem nos bairros Monte Alegre, Conde Vila Verde, Tabuleiro e Várzea do Ranchinho, terão transporte.

“No ano de 2021 o município registrou 382 medidas protetivas e isso é muito positivo. Nosso objetivo é fortalecer as mulheres em situação de violência doméstica e/ou intrafamiliar para que superem o ciclo de violência, resgatando sua autoestima e desenvolvendo sua autonomia ”, salienta a coordenadora do CREAS, Laura Hilgenberg Ijaille Alves Zenckner.

O projeto conta com a parceria ainda do Instituto Federal Catarinense (IFC), do Centro Adão da Rosa, CRAS, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher- CMDM, Fundação Cultural, Delegacia de Polícia Civil, Polícia Militar, Projeto Arte que Previne da artista plástica Mirian Arceno, OAB Por Elas Camboriú, Escola de Profissões S Mart, Joedu Presentes, Salão Karina Passos, Escola de Panificação e Confeitaria. As participantes ganham brindes, vagas para cursos profissionalizantes na área da beleza, entre outros.


Source link

Facebook Comentários

Vamos anunciar?