Barbados • É seguro viajar para Barbados?

0

As águas azul turquesa impressionam, mas será que Barbados é um destino seguro para turistas? Falando de Viagem
Apesar de serem destinos paradisíacos para viajantes, a população de muitos países caribenhos sofre com pobreza e acesso precário à saúde, educação e outros direitos básicos. Por esses motivos, o turismo é a principal base da economia da maioria destes países. Um dos resultados deste quadro precário é o aumento da violência, que, infelizmente, acompanha as belezas naturais de muitos destes destinos. Em alguns países caribenhos, como Jamaica e México, a presença de gangues é a principal causa da falta de segurança sentida por moradores e turistas.
Por isso, ao programar uma viagem para o Caribe, a preocupação com a violência é um fator decisivo na escolha do destino. Recentemente, o Falando de Viagem esteve em Barbados e pode entender mais sobre a relação da ilha com segurança.
Leia também: Como ir para Barbados?
O país mais seguro do Caribe
Barbados foi eleito o país mais seguro do Caribe para turistas pelo relatório bienal do The World Economic Forum. O país ocupa a 55ª posição na lista mundial, com uma grande margem do segundo país caribenho citado – República Dominicana, que ocupa a 115ª posição.
Uma enorme vantagem que Barbados tem sobre outros países caribenhos é a excelente educação. Na ilha, as principais escolas e universidades são gratuitas e seguem a alta qualidade do ensino britânico. Segundo dados da UNESCO de 2014, mais de 99% da população barbadiana é letrada.
Sabe-se que a educação (ou a carência dela) está diretamente ligada com a taxa de criminalidade de um país, e o resultado dos impressionantes dados educacionais de Barbados provam essa relação. Dados da OAS/CTS de 2015 apontam que a ilha registrou 31 homicídios naquele ano, com a taxa de 10.91% por 100 mil habitantes. Apesar do tráfico de drogas existir em Barbados, não há presença de gangues.
Por mais surpreendentes que os dados sejam, não se deve "dar mole" em lugar algum do mundo. Enquanto houver turismo, haverá os famosos pickpockets. Para mulheres, vale o alerta para outro tipo de violência: o assédio sexual, que é muito praticado em todos os países caribenhos. Felizmente, a probabilidades de algo acontecer com um turista em Barbados são baixas. A melhor postura é a de sempre se manter atento, mas não ter medo de aproveitar o máximo deste paraíso de águas turquesas.
Leia também: O que fazer em Barbados?
Boa viagem!
Texto e foto: Manoela Caldas.
O Falando de Viagem viajou para Barbados a convite do Vistit Barbados.
E você, já viajou para Barbados? O que achou da segurança no país? Recomenda? Conte para nós a sua experiência!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.