Balneário Camboriú tem 80% dos pontos impróprios para banho e contesta análise do IMA

A análise de balneabilidade do Instituto do Meio Ambiente (IMA), divulgada nesta sexta-feira, traz 80% dos pontos de coleta de Balneário Camboriú como impróprios para banho. Doze, dos 15 pontos analisados, apresentaram problemas.

A coleta ocorreu na terça-feira (15), um dia depois da enxurrada que alagou ruas e avenidas em diversos pontos da cidade. Naquela data, a Secretaria de Meio Ambiente de Balneário Camboriú recomendou que se evitasse o banho de mar, devido a possíveis problemas de balneabilidade.

Ocorre que os alagamentos “lavam” as ruas, e acabam levando sujeira e lixo para dentro do mar. A tendência é que, passadas as primeiras 24 horas, a situação normalize.


Publicidade


Em nota, a Semam informou que fez coletas na quarta-feira (16), analisadas pelo laboratório Freitag, que é credenciado pelo IMA e foi contratado pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa). O laudo, segundo a secretaria, tem dois pontos impróprios _ Pontal Norte, na Praia Central, e Lagoa de Taquaras, na Praia de Taquaras.

A Semam alega que “condições de balneabilidade são afetadas por fatores como chuvas, ventos e impactos pontuais locais, os quais podem ter seus efeitos modificados em até 24 horas”, e que mudanças podem ocorrer a qualquer momento após tempestades.

Uma em cinco

Por meio da assessoria de imprensa, o IMA informou que os pontos só foram classificados como impróprios para banho porque já haviam apresentado relato de impropriedade pelo menos uma vez nas cinco coletas anteriores. Com a segunda análise negativa, são classificados como inadequados para o banho de mar.


  • Fonte:  www.nsctotal.com.br

Facebook Comentários

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.