ÁGUAS DE BOMBINHAS APRESENTA PROJETO DE SANEAMENTO PARA PREFEITO E VEREADORES

A Águas de Bombinhas, prefeitura municipal e vereadores da cidade se reuniram na última semana para debater o próximo grande desafio da concessionária: o saneamento básico de Bombinhas. Durante o encontro, a empresa apresentou uma retrospectiva e uma atualização sobre o projeto de esgotamento sanitário. Atualmente a concessionária aguarda a liberação do licenciamento ambiental por parte do Instituto de Meio Ambiente de Santa Catarina (o IMA).

O projeto de saneamento de Bombinhas foi adiado em 2017, quando o município entendeu que a situação do abastecimento era mais urgente na cidade. Na época, um Termo Aditivo no contrato antecipou os investimentos da Águas de Bombinhas focando exclusivamente no novo sistema de captação de tratamento de água.

Conforme o diretor executivo da empresa, Gabriel Buim, a concessionária protocolou um pedido de Licença Ambiental Prévia (LAP) – nada mais é do que a primeira fase de licenciamentos para o projeto de esgoto. “A licença nos foi concedida em 2019 e, a partir de então, prosseguimos com a documentação exigida pelos órgãos ambientais. No ano passado nós enviamos um diagnóstico da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) José Amândio ao IMA e agora aguardamos um retorno”, explica.

Conforme o prefeito Paulo Henrique Dalago, o Paulinho, a principal expectativa do município é de levar saneamento básico e qualidade de vida para os moradores. “Nossa meta é ampliar para 97% a cobertura do sistema de esgoto em Bombinhas, em 5 anos. Hoje, apenas 18% do município tem esse serviço. Proporcionar o acesso da população ao esgotamento sanitário, com coleta e tratamento, é fundamental para melhorar a qualidade de vida das pessoas e para o desenvolvimento econômico do município”, completa ele.

Em paralelo a isso, devido a um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) assinado em 2020 entre município, Ministério Público e IMA, a Águas de Bombinhas conseguiu antecipar parte da obra de saneamento. Devido a este documento, conforme explica a presidente da empresa, Reginalva Mureb, foi possível acompanhar as obras de revitalização da prefeitura na Avenida Vereador Manoel dos Santos e concluir a instalação da tubulação no local.

“Viramos a página da água tratada, equilibramos o sistema de abastecimento. Agora estamos voltados para o esgotamento sanitário do município, vamos sanear Bombinhas”, comenta ela. Ao longo do prazo contratual, o projeto completo prevê um investimento de R$85 milhões no município, com a instalação de 157 quilômetros de tubulação e uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) completamente nova.

Já para o vereador José Antônio Olimpia, o Tonho, estas reuniões são de suma importância para que os representantes da população possam compreender e acompanhar os projetos da Águas de Bombinhas. “Encontros como este são fundamentais para que a empresa possa esclarecer dúvidas em relação a água e ao esgoto. Nesta temporada não tivemos falta de água, mantivemos um bom período de abastecimento. Agora a grande prioridade da Câmara é o sistema de saneamento da cidade”, comenta ele.


Source link

Facebook Comentários

Iniciar conversa
Vamos anunciar?