8 razões pelas quais investir em um curso de ensino superior

A falta de qualificação profissional também é uma questão alarmante e que se torna um grande obstáculo na hora de as empresas buscarem talentos.

A pior crise econômica da história brasileira, da qual o país ainda está se recuperando, não é o único motivo para termos 12,5 milhões de desempregados. A falta de qualificação profissional também é uma questão alarmante e que se torna um grande obstáculo na hora de as empresas buscarem talentos.

Para se ter uma ideia do tamanho do problema, o Jornal Contábil divulgou dados de uma pesquisa da consultoria organizacional Korn Ferry, que estimam que até 2030 haverá um deficit de 5 milhões de profissionais especializados, ou seja, que tenham frequentado cursos de ensino superior, (sobretudo, programas de pós-graduação) e sejam capazes de assumir cargos de liderança.

Por outro lado, ainda tem gente que não reconhece a importância desses cursos como forma de desenvolvimento de carreira. Uma pesquisa do IBGE de 2014, época do início mais significativo da crise, revelou que 74,6% dos brasileiros não tinham interesse por cursos de qualificação profissional.

Agora, fica a pergunta: você ainda tem dúvida de que uma graduação pode realmente mudar sua vida? Então leia este post em que elencamos 8 razões para investir o quanto antes em cursos de ensino superior!

1. Iniciar uma carreira sólida

Para começar uma carreira sólida é fundamental ter bons conhecimentos e o mínimo de experiência. Ao optar por uma graduação, naturalmente você vai receber formação acadêmica e terá excelentes oportunidades de se envolver com o cotidiano profissional — por meio de estágios, por exemplo.

A grade curricular dos cursos de ensino superior é montada de acordo com as exigências do Ministério da Educação (MEC) e procura acompanhar as tendências de mercado. Então, as melhores faculdades têm a preocupação de oferecer um ensino de acordo com as necessidades da maioria das empresas.

2. Conquistar melhores empregos

Para vencer a disputa por uma vaga de emprego em uma empresa de ponta, você precisa se destacar da concorrência. Isso significa ter um diploma de peso, com formação educacional relevante e experiências de destaque.

Obviamente, os cursos de ensino superior também são um pontapé inicial para que você deixe o seu currículo robusto. Pessoas que não têm diplomas de graduação, sem dúvida, encontram um obstáculo a mais para alcançarem o cargo desejado, especialmente porque isso é algo praticamente obrigatório em muitos postos de trabalho.

3. Aumentar o salário

Existe uma relação direta entre formação acadêmica, ser promovido e conseguir melhores salários. Isso porque quanto mais especializações você tiver em sua área, mais chances terá de pleitear cargos de maior responsabilidade. Não importa qual é o tipo de carreira deseja seguir — seja como um especialista ou como um líder — maiores salários resultam da somatória de conhecimentos e experiências adquiridos ao longo de sua trajetória profissional.

4. Facilita o networking

A faculdade é um excelente campo de desenvolvimento de contatos profissionais, o chamado networking. Ao ingressar na graduação, você conhecerá inúmeras pessoas que poderão ser muito importantes para impulsionar a sua carreira.

Um exemplo disso são os próprios professores. As boas faculdades contam, em seu corpo docente, com uma porcentagem de mestres e doutores experientes — não apenas na vida acadêmica, mas também com ampla atuação no mercado de trabalho.

Além disso, a faculdade promoverá encontros importantes, que propiciarão a você conhecer pessoas renomadas, referências em suas áreas de atuação. Esses indivíduos, não raro, também são “olheiros”, e quando precisam de jovens profissionais para trabalharem com eles, acabam indo garimpar talentos nas próprias faculdades.

5. Ter a possibilidade de se especializar

Ter um diploma de graduação é importante para que você possa ingressar em programas de especialização. Embora os cursos técnicos de nível médio garantam uma importante formação para quem quer desenvolver habilidades profissionais, é apenas por meio dos cursos de ensino superior que você pode se aprofundar em programas de pós-graduação.

A pós-graduação é dividida em dois grandes eixos: lato sensu e stricto sensu. O primeiro (sentido amplo) destina-se a quem quer se especializar em alguma área relacionada ao seu mercado de atuação ― como os MBAs, por exemplo. Já o segundo (sentido estrito) se destina a quem tem interesse na vida acadêmica; ali estão os cursos de mestrado e doutorado.

6. Prestar concursos públicos

Ainda que, em princípio, você preste um concurso público de nível médio, se tiver um diploma de ensino superior poderá pleitear cargos melhores e mais benefícios. Isso porque está previsto na legislação que o poder público recompense servidores por sua formação acadêmica. Inclusive, na questão salarial, o chamado Adicional de Qualificação (AQ) pode até ser levado para a aposentadoria.

No caso de servidores do Poder Judiciário, por exemplo, o AQ pode aumentar consideravelmente os rendimentos do servidor, uma vez que os ganhos são proporcionais ao número e aos tipos de títulos conquistados.

7. Garantir mais estabilidade financeira

Como dissemos, a formação acadêmica tem influência no salário do profissional. Quem não tem um diploma de graduação, além de sair atrás na busca por bons empregos, acaba ficando mais distante da estabilidade financeira, porque os salários dificilmente serão atrativos.

Mais ainda: a formação acadêmica permite que o profissional seja reconhecido pelo mercado e tenha mais oportunidades de trabalho, inclusive prestando serviços autônomos ― como é o caso das consultorias ― ou abrindo o próprio negócio e se tornando um empreendedor.

8. Vivenciar experiências internacionais

Ainda na faculdade, você pode ter experiências internacionais. As melhores faculdades costumam fazer parcerias com instituições no exterior para promover intercâmbios para os seus alunos. Cada instituição tem os seus próprios programas de intercâmbio, que podem permitir que o aluno curse parte da graduação na universidade internacional, fazer cursos livres, extensões universitárias ou conquistar dupla diplomação ao final dessa jornada acadêmica.

Essa é uma experiência e tanto, que dará ao seu currículo importantes diferenciais — além, claro, de permitir que você aprenda idiomas, conheça novas culturas e, quem sabe, até arranje um emprego no país onde for estudar.

E aí? Ao final desse texto, você concorda que os cursos de ensino superior são o investimento mais certeiro para fazer a sua carreira decolar? Então, o próximo passo é saber escolher a sua faculdade. Lembre-se de que as melhores instituições têm um alto conceito na avaliação do MEC, são respeitadas pelo mercado de trabalho e já formaram profissionais de destaque em suas áreas de atuação. Sendo assim, pesquise bastante e conheça de perto as faculdades de seu maior interesse.

Com muito orgulho, podemos dizer que a Uninter está entre as melhores faculdades do país. Por isso, gostaríamos que você estudasse conosco. Acesse nosso site e veja como se matricular!


 

Fonte:  Uninter Itapema: https://deolhonofuturo.uninter.com/cursos-de-ensino-superior/
blog de olho no futuro – UNINTER

Facebook Comentários

Iniciar conversa
Vamos anunciar?