Prefeitura de Camboriú orienta empresários sobre crédito emergencial disponíveis nos bancos

A Prefeitura de Camboriú, por meio da Secretaria de Desenvolvimento, informa e orienta os moradores que são micro, pequenos empresários ou Micro Empreendedor Individual (MEI) sobre as linhas de crédito disponíveis nos bancos, cooperativas e outras instituições financeiras.

A iniciativa é para auxiliar os empresários afetados pelos efeitos das medidas de combate ao coronavírus.

Vários bancos criaram diferentes critérios, valores e taxas para linhas de crédito. O Badesc e o Governo do Estado, por exemplo, abriram a Linha Badesc Emergencial, especialmente para as micro e pequenas empresas (ME, EIRELI, Ltda).

Leia mais após a publicidade…

Serão destinados R$ 50 milhões, sendo possível a contratação de R$ 15 mil a R$ 150 mil. O empreendedor pagará taxa de juros de 0,3% ao mês, sendo que o restante da taxa efetiva final será subsidiada pelo Governo do Estado.

O cliente começa a pagar só depois de seis meses. “Só gostaríamos de ressaltar que o Badesc divulgou nota dizendo que os R$50 milhões já estão previamente comprometidos com pedidos de financiamento em análise.

Os cadastros realizados a partir de agora vão entrar numa lista de espera até 30 de abril”, explica o assessor de Indústria e Comércio, Marlon Borsatto.

Para o MEI várias cooperativas de crédito e instituições financeiras do estado adotaram o Programa Juro Zero. Essas instituições são parceiras do Badesc. Para mais informações consulte em https://www.amcredsc.org.br/associados.

O link abre uma lista, consulte a mais perto de você para saber mais.

Como forma de apoio o Sicredi prorrogou todos os contratos adimplentes, onde as parcelas que venceriam nos próximos 60 dias foram prorrogadas, tanto contratos de pessoa física quanto jurídica.

Outro incentivo é uma linha de crédito limitada a 40 mil reais, para MEI, micro e pequenas empresas já associadas, com taxa a partir de 0,95%. Prazo, carência pode ser negociados com o gerente de contas.

O Sebrae elaborou um documento com as principais linhas de crédito anunciadas até a divulgação do documento.

“Em nota o Sebrae menciona que algumas agências bancárias e instituições financeiras, ainda estão ajustando seus processos internos para melhorar ainda mais as condições de financiamentos”, comenta o secretário de Desenvolvimento econômico, Mario Bianchet.  Confira lista dos bancos aqui https://bit.ly/2R1EnAO.

A Caixa Econômica Federal estabeleceu uma pausa emergencial, com suspenção temporária de até duas prestações de financiamento habitacional e Crédito Imóvel Próprio. Não é necessário ir ao banco para solicitar a pausa. Para saber mais informações baixe o aplicativo – Habitação Caixa – ou pelo whatsApp (0800 726 0505) ou pelo telefone (0800 726 8068).

Os contratos com direito ao benefício, são aquele com pelo menos 11 parcelas pagas, com até duas parcelas em atraso. Os juros do período pausado serão distribuídos em todas as demais prestações ao longo contrato.


 

Facebook Comentários

Iniciar conversa
Vamos anunciar?
Powered by